GREVE GERAL: UNIÃO DO POVO BRASILEIRO

Insatisfeitos com as reformas que o governo Temer quer implantar, hoje o Brasil parou!

Saemac participará da GREVE GERAL com todas as forças

As centrais sindicais e as Frentes Brasil Popular convocaram uma greve geral nacional para a próxima sexta-feira (28), amanhã. Além destes, também há os independentes, cuja orientação é meramente técnica ou profissional, que aderiram ao movimento em função das ameaças reais representadas pela política neoliberal da equipe de Temer. 

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO divulga nota sobre a GREVE GERAL

O Saemac informa o sanepariano sobre a nota pública que o MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO publicou ontem (26). Veja abaixo o que o Ministério considera sobre a Greve Geral do dia 28/04, amanhã!

FRENTISTAS ADEREM À GREVE GERAL E POSTOS FECHAM NESTA SEXTA-FEIRA

Com a adesão de frentistas de Curitiba à greve geral marcada para sexta-feira (28), o serviço de abastecimento de veículos em postos de combustíveis deve ser afetado. A situação fica ainda mais grave por ser véspera de feriado do Dia do Trabalho (1º), quando muitas pessoas têm de abastecer seus veículos para viajar, e pelo fato de o transporte público de Curitiba também paralisar nesta sexta. A previsão é de que 70% da categoria pare nesta sexta.

AGUARDEM O RESULTADO DAS ASSEMBLEIAS

Ao decorrer das Assembleias todos os trabalhadores ficaram ansiosos e inquietos para saber do resultado parcial dos votos, e imagina o resultado final! Mas, tenha calma sanepariano!

3º dia de assembleia! Veja o resultado parcial

Hoje, foi o terceiro dia de Assembleia, saneparianos! Lembrem-se que estas estão sendo realizadas com o intuito de debater sobre o Acordo Coletivo de Trabalho 2017/2018, onde o maior interessado é você, trabalhador! Até o momento temos o seguinte resultado: 

PRESENTES - 1324
SIM - 755
NÃO - 446
ABSTENÇÃO - 123

Greve Geral: Vamos parar o Brasil!

O SAEMAC se mobiliza para a Greve Geral do dia 28 de abril, sexta-feira; data em que o expediente será Praça Nossa Senhora da Salete (Centro Cívico), em Curitiba, em frente ao Palácio Iguaçu, às 9h, na luta por direitos de todo cidadão brasileiro. Os Sindicatos Majoritários que defendem os trabalhadores da Sanepar orientam toda sua base a aderir as mobilizações. É Greve Geral, participe!

Comunicado da CREDISANEPAR a seus ASSOCIADOS

A Credisanepar comunica a todos seus Associados que, em cumprimento da Resolução nº 4.434, de 05 de agosto de 2015, emitido pelo Banco Central do Brasil, onde no Capítulo V Art.19, inciso IV, difere sobre a necessidade de obtenção de Patrimônio Líquido, na ordem de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais), até a data de 05 de agosto do ano de 2018 e:

São Paulo: Professores particulares aderem à greve contra reformas e pais se revoltam

A adesão dos professores da rede particular à greve geral contra as reformas da Previdência e trabalhista gerou divergências nas escolas de São Paulo entre pais, direção e funcionários. Em alguns colégios foi aprovada a paralisação na sexta-feira, 28, e, em outros, um dia de debates sobre o assunto com os alunos. Segundo o Sindicato dos Professores de São Paulo (Sinpro-SP), cerca de 100 colégios da capital – de 4,5 mil unidades – confirmaram a greve.

Resultado parcial das Assembleias

Ao decorrer desta semana estão ocorrendo as Assembleias com o intuito de debater sobre o Acordo Coletivo de Trabalho 2017/2018. Até o presente momento o Saemac realizou 46 assembleias em 46 cidades no Paraná reunindo vários trabalhadores da Sanepar.

Saneparianos decidem rumo da negociação coletiva nas assembleias

Depois de várias mesas de negociação frustrantes, os saneparianos têm agenda de Assembleias para definir Acordo Coletivo de Trabalho 2017/2018. Os sindicatos majoritários convocam os trabalhadores para participar dos encontros. Compareça!

Sanepar encaminha MINUTA do ACT ao Saemac

O Saemac recebeu por e-mail a minuta  do Acordo Coletivo de Trabalho 2017-2018 com os detalhes sobre a proposta feita pela empresa e que será apreciada na próxima semana pelos trabalhadores nas sessões de Assembleia Geral Extraordinária.

Clique aqui para ver em .pdf a minuta, ou veja abaixo:














CNBB, OAB e economistas sobre reforma: interesses do mercado não podem prevalecer

“Nenhuma reforma que afete direitos básicos da população pode ser formulada, sem a devida discussão com o conjunto da sociedade e suas organizações”, afirmam, em nota conjunta, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e o Conselho Federal de Economia (Cofecon). Segundo as entidades, a chamada reforma da Previdência “não pode ser aprovada apressadamente, nem pode colocar os interesses do mercado financeiro e as razões de ordem econômica acima das necessidades da população”.