ACORDO DO PPR DA SANEPAR ASSINADO

Após resultado da votação, Sindicato procurou agilizar os trâmites para que o trabalhador possa receber ainda esse mês. Destaque da negociação foi a atuação sindical que garantiu o aumento do valor do benefício


O presidente do SAEMAC, Rodrigo Picinin, assina o acordo do PPR

O presidente do SAEMAC, Rodrigo Picinin, assinou hoje (10), à tarde, o acordo do PPR na Sanepar. Dessa forma, a empresa já pode fazer, ainda este mês,  o pagamento do benefício aos trabalhadores. 

“Após sair o resultado da votação, procuramos agilizar os trâmites burocráticos e cumprir os prazos  para que os trabalhadores pudessem receber o PPR ainda este mês”, destacou Rodrigo. 

O destaque da negociação do PPR foi a atuação sindical que elevou o valor do benefício em R$ 1.330,94 a mais para os trabalhadores. Dessa forma, o valor de R$ 9.183,09, propostos pela Sanepar, subiu para R$ 10.514,03.  Além disso, também foi conquistada a garantia de  recebimento integral para os afastados por doença.  

“É fato que se não houvesse o Sindicato,  os trabalhadores teriam que aceitar  o que a empresa oferecesse nas condições que ela quisesse. É por isso que sempre estamos alertando o trabalhador para a necessidade de fortalecer a entidade sindical através da sindicalização. Quanto mais forte a entidade, mais forte a luta pela melhoria de renda e condições de trabalho”, diz Picinin.

Carta de oposição é tiro no pé
Como dito acima, graças ao Sindicato, os saneparianos tiveram um incremento de R$ 1.330,94 no PPR. No acordo, também ficou definido o repasse para a entidade sindical de 1% do valor, o que dá cerca de R$ 105,14. Valor que, na verdade, é um investimento que o trabalhador está fazendo na luta por mais salários, direitos e benefícios. É por isso que a carta de oposição é um tiro no pé do trabalhador. Enfraquecendo o Sindicato, ele está enfraquecendo a chance de ter melhoria de renda nas negociações. Além disso, não  contribuir  com a luta, mas se beneficiar dela, é subir nos ombros dos companheiros que contribuem. Não é legal.

CONFIRA O ACORDO ASSINADO: 














5 MITOS SOBRE OS SERVIDORES PÚBLICOS




MITO 1: SERVIÇO PÚBLICO É CABIDE DE EMPREGO
A VERDADE: Para se tornar SERVIDOR é preciso passar em CONCURSOS bastante difíceis e concorridos. E somente 1% dos cargos públicos são ocupados por pessoas sem concurso.


MITO 2:
ESTABILIDADE PREJUDICA A EFICIÊNCIA
A VERDADE: A estabilidade do servidor PROTEGE A POPULAÇÃO. Sem ela, servidores seriam coagidos a facilitar desvios, por exemplo, ou governantes poderiam demitir pessoas qualificadas e experientes para ocupar todos os cargos com familiares, apadrinhados e amigos sem qualificação.


MITO 3:
SERVIDOR GANHA MUITO
A VERDADE: Segundo a RAIS de 2018, apenas 3% dos servidores públicos ganha mais de 20 salários- mínimos (R$ 19,1 mil) por mês, enquanto mais da metade ganha menos de R$ 2,7 mil\mês. 

MITO 4: TEM MUITA GENTE NO SERVIÇO PÚBLICO
A VERDADE: desde 2018 há QUEDA no número de servidores (aposentadorias, falta de concursos etc.). No Brasil, apenas 12% dos trabalhadores são servidores, enquanto a média da OCDE (grupo que reúne a maioria dos países mais ricos) é 18%. Se o Brasil fizesse parte da OCDE, estaria próximo das últimas posições em quantidades proporcionais.

MITO 5: SERVIDOR TRABALHA POUCO
A VERDADE: A maioria das carreiras exige alta produtividade e qualificação permanente, com metas rígidas a serem cumpridas. Além disso, muitas categorias sofrem com as condições de trabalho inadequadas, falta de valorização e de estrutura.

Valorize o serviço público e o servidor! Reforma Administrativa (PEC 32) NÃO!

Fonte: É público, é para todos


SAEMAC AGILIZA RESULTADO DA VOTAÇÃO DO PPR PARA QUE OS TRABALHADORES POSSAM RECEBER AINDA ESSE MÊS

Sindicato notificou hoje a Sanepar sobre o resultado da votação do PPR.  SAEMAC destaca a importância da sindicalização para manter a luta por mais direitos acesa


Visando agilizar a possibilidade para que os trabalhadores possam receber o PPR 2020\2021 ainda este mês, o Sindicato comunicou hoje a Sanepar sobre o resultado da votação do PPR. Na última semana, 1.100 trabalhadores aprovaram a proposta da Sanepar contra 371 trabalhadores contrários à proposta. O objetivo do Sindicato é assinar o acordo coletivo do PPR até a próxima quinta-feira (10).

Na negociação,  vale ressaltar a disposição do Coletivo Intersindical que fez com que o valor do PPR 2020\2021 saltasse de R$ 9.183,09, proposta inicial da empresa,   para R$ 10.514,03, ou seja, um aumento de R$1.330,94, além de garantir  o benefício integral para os trabalhadores afastados. 

Sindicalização mantem a luta por mais e melhores benefícios
É por isso que o Sindicato não cansa de alertar para a necessidade do trabalhador se associar ao seu Sindicato. Quanto mais forte for a entidade sindical, mais fortalecida fica a luta pela melhoria de renda, das condições de trabalho e benefícios. É fato. Ao se sindicalizar, o trabalhador está fazendo um investimento que garante a ele a melhoria salarial e de vida. É uma questão de consciência. 

Mas como no SAEMAC prevalece a vontade do trabalhador, o Sindicato informa àqueles que não querem contribuir com a luta (mesmo se beneficiando dela) que o prazo para entrega das cartas de oposição é do dia 03 de junho até 02 de julho. Porém, é importante que o trabalhador coloque a mão na consciência e saiba que se não fosse pela luta da entidade sindical, o PPR dele seria apenas os R$ 9.183,09 e não os R$ 10.514,03. Como dissemos é uma questão de consciência e decência. 

“De nossa parte, continuaremos atuando para procurar sempre o melhor acordo para o trabalhador. É uma questão de respeito e de valorização ao trabalhador associado que sabe da importância da entidade sindical. Estamos e mantemos esse compromisso com o associado”, diz o presidente do SAEMAC, Rodrigo Picinin. 


PROPOSTA DO PPR APROVADA

1.100 trabalhadores aprovaram a proposta da Sanepar contra 371 trabalhadores contrários. Pagamento acontece já nesse mês  de junho



A proposta para os PPRs 2020\2021 e 2021\2022 foi aprovada pelos saneparianos. A votação online terminou hoje (02), às 17h30,  e logo após o SAEMAC divulgou o resultado. 1.100 dos trabalhadores aprovaram a proposta contra 371 trabalhadores contrários. Além disso, um trabalhador votou nulo e 5 votaram em branco. Agora, o Sindicato entrará em contato com a empresa para informar o resultado e formalizar o acordo em nome dos trabalhadores. O pagamento em parcela única do PPR 2020\2021, no valor de R$ 10.514,03, será pago ainda em junho conforme a proposta. 

O Sindicato agradece a participação de todos os votantes.  Apesar dos avanços  obtidos no PPR desse ano, quando o Coletivo Intersindical conseguiu excluir do acordo duas metas, o que possibilitou o aumento no valor do benefício  de R$ 9.183,09  para R$ 10.514,03, além de garantir a inclusão do pagamento para os trabalhadores afastados por doença, ainda fica a preocupação para o próximo PPR que, devido aos critérios definidos, pode prejudicar o trabalhador no atingimento das metas. Enfim, o trabalhador quis ir por esse caminho, o Sindicato acata. 

“O trabalhador é soberano em sua decisão. Nossa parte de brigar, lutar, negociar e orientar por uma proposta melhor, foi feito. Agradecemos a participação de todos e continuamos com o compromisso de lutar sempre para fazer valer o direito dos trabalhadores”, diz o presidente do SAEMAC, Rodrigo Picinin. 

CONFIRA ABAIXO A PROPOSTA APROVADA DO PPR APROVADA PELOS TRABALHADORES:


















ASSEMBLEIA DOS PPRs 2020\2021 E 2021\2022 DA SANEPAR. VOTA TRABALHADOR (A)

Sanepariano (a), chegou a hora de escolher qual o caminho a ser seguido para a negociação do seu PPR;

Seguindo as medidas de segurança e prevenção, a votação é de forma online.  Iniciou hoje (31), às 8h  e vai até às 17h30 do dia 02 de junho. 

CLIQUE AQUI PARA VOTAR.  Não deixe que os outros decidam por você. PARTICIPA, trabalhador e trabalhadora.