SAEMAC INICIA PAGAMENTOS DO ACORDO DA ESCALA 4X2

 


SEJA UM ASSOCIADO DO SAEMAC E FORTALEÇA A LUTA POR MAIS RENDA E DIREITOS


É fato que diante do momento de retrocesso e precarização dos empregos e direitos pelo qual passa o país, é mais que necessário um Sindicato forte e atuante agindo em favor dos trabalhadores. Mas um Sindicato forte e que luta pelo trabalhador só é possível  construir com consciência, sindicalização e  participação. Quanto mais associados tem um Sindicato mais forte fica a luta por melhores salários e condições de trabalho e direitos. Quanto mais o trabalhador estiver unido junto com o Sindicato maiores são as chances de bons acordos salariais e de Participação nos Lucros,  de proteção do emprego e da saúde e segurança do trabalhador, além da manutenção dos direitos trabalhistas e sociais.

É fato também que tudo o que o trabalhador sanepariano possui hoje em salários, direitos e condições de trabalho, não veio de graça. Foi preciso muita luta e esforço para que os trabalhadores tivessem uma condição digna de trabalho para poderem desenvolver bem sua função de serviço ao povo do Paraná. Grande parte disso é fruto da  atuação combativa do SAEMAC que sempre tem buscado melhorias na renda e direitos para o trabalhador. 

Além da luta por mais direitos, o trabalhador associado tem à sua disposição assistência jurídica, trabalhista, convênio com o Super Mufffato, com a CREDISANEPAR, que possibilita empréstimos a juros abaixo do mercado e  ainda pode desfrutar com sua família da área de lazer do Sindicato: 

-Sede recreativa em Matinhos (litoral ): São 16 kitnets mobiliadas para até 7 pessoas cada uma, numa imensa área verde de 15.645m2, à 500 metros do mar.

-Sede recreativa Foz do Iguaçu: São 5.200 m² com uma ampla área para camping, campos de futebol suíço, salão de festas, churrasqueiras, duas piscinas e seis quitinetes. 

Então, trabalhador, não perca tempo! CLIQUE AQUI, preencha sua ficha de sindicalização e envie para a sede ou subsede do Sindicato ou entregue para algum dos nossos diretores sindicais. Fortaleça a luta. Associe-se, trabalhador e trabalhadora!


ALEMANHA PODE NACIONALIZAR MAIOR EMPRESA DE ENERGIA DO PAÍS


O governo da Alemanha deve aumentar a sua participação na Uniper, gigante importadora de gás natural, o que pode culminar na estatização da empresa.

Em meio a uma situação vulnerável pela escalada de preços do gás natural, decorrente da redução da oferta por parte da Rússia, a gigante de energia Uniper, já recebeu um aporte de 4 bilhões de euros por parte do governo.

A empresa, cuja controladora é de origem finlandesa, viu o estado alemão assumir uma posição de 30% no seu capital em julho, agora a possibilidade é que a Alemanha assuma o controle total da empresa.

A Uniper é a maior importadora de gás na Alemanha, produto cujo preço já subiu em cerca de 6 vezes. Por força de contratos estabelecidos antes da guerra, a empresa encontra dificuldade em repassar a alta de preços, se vendo forçada a arcar com o prejuízo.

No primeiro semestre deste ano a Uniper teve um prejuízo de $12,5 bilhões de dólares. Segundo a própria empresa, um retorno ao lucro deve ocorrer apenas em 2024.

Em toda Europa, empresas de energia têm enfrentado resultados similares. 

Os resultados, porém, variam. O governo de Liz Truss, nova primeira-ministra do Reino Unido, prevê subsidiar contas de energia, limitando a alta. O pacote de ajuda do governo inglês pode chegar a até 150 bilhões de Libra.

Na França, o governo adquiriu os 14% que ainda não detinha na EDF, a companhia que controla as usinas nucleares do país. A medida anunciada por Macron prevê que o governo deve assumir para si o prejuízo de $29 bilhões de dólares que a EDF deve ter em 2022, segundo projeções. 

No caso da Uniper, a decisão depende ainda de uma aprovação por parte da finlandesa Fortum, também estatal.

A empresa alemã é uma das envolvidas na construção do gasoduto Nord Stream 2, que prevê ligar a Rússia a Alemanha diretamente pelo mar nórdico. 

O gasoduto teve sua construção suspensa após o início da guerra, reduzindo a perspectiva alemã de importação de gás natural.

FONTE: BLOCKTRENDS.COM.BR – 20/09/22