-->

SAEMAC COBRA AGILIDADE NA REPOSIÇÃO DE BOBINAS DE PAPEL DOS RELÓGIOS PONTO PARA MAIS TRANSPARÊNCIA






O Sindicato enviou ofício para a Sanepar cobrando mais agilidade na reposição das bobinas de papel dos relógios ponto. Devido a falta de papel no relógio, os trabalhadores tem ficado sem o comprovante do registro do ponto, o que dificulta o controle da jornada de trabalho por parte do sanepariano e  a transparência do processo de registro de ponto.  

O comprovante de ponto é um documento importante para o trabalhador, pois, pode servir como prova em casos de processos judiciais, onde exista algum tipo de contestação que envolva a jornada de trabalho.

A lei do ponto eletrônico é regida pelo artigo 74 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). No artigo 74 fica explicita a obrigatoriedade da geração de um comprovante de ponto, que serve como documento de cumprimento da jornada de trabalho.
Além disso,  a Portaria  671, do Ministério do Trabalho e Emprego, traz as regras a respeito do controle da jornada laboral determinando que a emissão dos comprovantes de ponto são obrigatórias assim como a sua disponibilização ao trabalhador com o objetivo de “comprovar o registro de marcação realizada pelo empregado” conforme a regra.

“A falta de reposição do papel para a impressão do ponto é uma preocupação que nos foi trazida por vários trabalhadores. Sem o registro impresso, o trabalhador não consegue ter o controle da sua jornada nem a comprovação do registro, o que afeta a transparência do processo de registro do ponto. Esperamos que a Sanepar tenha agilidade para solucionar esse problema”, enfatiza o presidente do SAEMAC, Rodrigo Picinin.

CONFIRA O OFÍCIO DO SINDICATO PARA A SANEPAR:






0 comments:

Postar um comentário