SANEPAR: À CÚPULA, OS FAVORES; AOS TRABALHADORES, OS RIGORES

O SAEMAC tem recebido várias reclamações de trabalhadores referentes ao comportamento dos auditores internos da Sanepar que estão revendo, fiscalizando e verificando os contratos e serviços da empresa. Segundo os trabalhadores, os auditores chegam nas gerencias de forma truculenta questionando os trabalhadores , reclamando e procurando culpados. Um trabalhador, que não quis se identificar, resumiu a situação depois da visita da auditoria interna da empresa: “Me  senti tratado como se fosse um ladrão”. Essa não foi a única denúncia, nesse sentido, recebida pelo Sindicato. De todo o Paraná tem chegado reclamações de  trabalhadores que dizem ter sido constrangidos pelos auditores escolhidos pela empresa para rever os contratos e serviços. 

Ora, o SAEMAC já deixou claro que é à favor e que apoia  toda medida que venha trazer transparência e combater desvios dentro da empresa. Porém, não vai aceitar que os trabalhadores sejam tratados como bandidos pela Sanepar. Os auditores que coloquem as barbas de molho e realizem seu trabalho, mas sem querer agir com arrogância para cima de quem carrega a Sanepar nas costas. Mostrar eficiência é diferente de agir com truculência. Se a empresa fechou os olhos para os desvios que aconteceram e resolveu  adotar medidas para que isso  não ocorra novamente, que o faça,  mas com seriedade, clareza e dignidade. Não vamos admitir nenhum constrangimento sem provas para cima de qualquer trabalhador que seja. Se a empresa não quiser responder por assédio moral ela que chame essa turma para uma conversa e trate de exigir bons modos com os trabalhadores. 

Estamos de olho e pedimos que os trabalhadores denunciem qualquer tentativa de constrangimento para o Sindicato através do 0800-600-5161.


0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.