Entidades Sindicais solicitam a reabertura dos diálogos a cerca do Recadastramento de Insalubridade e Periculosidade

Foi protocolado junto a SANEPAR na tarde desta quinta-feira, dia 12 de dezembro, um Ofício conjunto entre as Entidades Sindicais Signatárias (SAEMAC, SINDAEL, SINDAEN, STAEMCP, SIQUIM, SENGE-PR E SINTEC) solicitando a reabertura dos diálogos para tratar das novas regras adotadas pela SANEPAR para a reclassificação das funções enquanto periculosas e insalubres e da consequente remuneração das atividades sobre as quais incidem estes fatores, a fim de que as metodologias possam ser debatidas com a participação efetiva dos Sindicatos acima citados.

Diversos pontos abordados no laudo técnico elaborado pelo SESI-PR, em um trabalho conduzido de forma unilateral pelo Departamento de Segurança do Trabalho da SANEPAR, são questionáveis. O estudo, além de ser pouco abrangente, se baseia em parâmetros ultrapassados, como a NR 15 do MTE criada a mais de 40 anos, época em que não existia a grande maioria dos produtos químicos utilizados hoje ou que não se tinha a clareza sobre os possíveis perigos ou danos que poderiam causar a saúde. Além disso, não leva em consideração diversas normativas pertinentes que tratam da exposição do trabalhador a agentes nocivos a saúde.

Outro ponto questionável é o fato de favorecer determinadas categorias em detrimentos de outras mais expostas aos riscos no ambiente de trabalho. Atitude corporativista que demonstra parcialidade e falta de ética.

Vale ressaltar que em 2009 os mesmos postos de trabalho foram analisados pela Health, empresa contrata pela SANEPAR na época, cujos laudos foram contrários aos atuais. 

Tão logo tenhamos um posicionamento da empresa disponibilizaremos em nossos canais oficiais. Esperamos que esta solicitação seja atendida como forma de valorização e, principalmente, respeito a saúde, a integridade física e ao bem estar de cada trabalhador.

Confira o Ofício:




0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.