Série “Distopia da Água” busca chamar a atenção sobre a privatização do saneamento em nosso país


Você já parou pra pensar como seria o mundo se não tivéssemos acesso à água para beber, preparar alimentos, lavar roupa e fazer a higiene pessoal, por exemplo? Essa situação já é realidade na série de ficção “Distopia da Água”, desenvolvida pelo Sindicato dos Urbanitários da Paraíba.

Nela os personagens Catatau, Funato e Linaldo encaram todas estas situações em um mundo onde a população já não possui mais o direito à água. A ideia desse projeto é usar o humor para chamar à atenção e conscientizar a população e os governantes quanto aos prejuízos que o Projeto de Lei 3261/2019 pode trazer a toda a população ao alterar o Marco Legal do Saneamento e desestruturar o setor.

Apesar de parecer algo fora da nossa realidade é justamente isso que vai acontecer caso esta PL seja aprovada e as grandes empresas passem a administrar as nossas maiores riquezas. Aumento das tarifas, precarização dos serviços, falta de investimentos, dificuldade de acesso, principalmente dos mais pobre e moradores de cidades menores e o reaparecimento de doenças serão apenas algumas destas consequências. É por isso que temos que nos unir e lutar em quanto é tempo, buscando apoio nas mais variadas esferas e pressionando os parlamentares para impedir a aprovação de mais este retrocesso para o nosso país.

Confira a seguir o primeiro episódio da série:

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.