ACT 2019/2020 - Na Pressão

Nobres companheiros Saneparianos,

Qual a importância do Abono Indenizatório de Final de Ano constituído de 110% do salário mais o valor fixo para vocês?

Certamente representa um complemento de renda bastante significativo!

Entretanto, não é o que pensam os membros do CCEE - Conselho de Controle das Empresas Estatais: Renê de Oliveira Garcia Júnior, Luiz Augusto Silva, Letícia Ferreira da Silva, Valdemar Bernardo Jorge, Reinhold Stephanes, Daniel Wesley Vilas Boas Rocha, Raul Clei Coccaro Siqueira e João Carlos Ortega. Pessoas indicadas pelo Governo do Estado e detentoras de altos salários. 

Na tarde de ontem, dia 05, durante reunião em Curitiba entre as Entidades Sindicais Majoritárias (SAEMAC, SINDAEN, SINDAEL E STAEMCP) e a Comissão de Negociação e Relações Sindicais da SANEPAR, a Diretora Administrativa da Companhia de Saneamento do Paraná, Priscila Marchini Brunetta, informou aos membros do Quadro Diretivo das Entidades Sindicais acima mencionadas que uma das Cláusulas foi suspensa pela CCEE. Justamente uma das mais importantes e significativas para os trabalhadores; a que trata do Abono Indenizatório de Final de Ano.

O termo “SUSPENSÃO”, usado por eles, para as Entidades Sindicais nada mais é do que “SUPRESSÃO”, ou seja, uma forma prática de dizer: esse benefício não será concedido! Infelizmente, um direito que conquistamos mediante muita luta e negociação ao longo dos anos está sendo colocado em cheque, num ato de total falta de respeito, valorização e comprometimento para com a classe trabalhadora.

Tal decisão pode ser revertida pela SANEPAR mediante recurso a ser apresentado à CPS (Comissão de Política Salarial). Entretanto, é algo que foge da nossa alçada, pois é de inteira responsabilidade da Diretoria da SANEPAR. Se o fará e se é do seu interesse não sabemos. Resta-nos aguardar, mas não de mãos atadas.

As Entidades Sindicais publicarão o Edital de Convocação para que os trabalhadores possam analisar, discutir e deliberar pela sua aprovação ou rejeição nas Assembleias por estas realizadas. Esta é uma decisão que somente os nobres trabalhadores podem tomar.

Cabe à Sanepar enviar a minuta da propostas às Entidades Sindicais e o corte deste benefício vai impactar a todos, sem exceção, independente da faixa salarial em que se encontram, por isso a participação de todos os trabalhadores nas Sessões das Assembleias será de suma importância.

Ressaltamos ainda que, a aprovação da proposta para que se discuta a cláusula do abono posteriormente não é uma opção. Após assinatura do ACT, ACABOU! NÃO TEM CHORO! Portanto, se necessário, devemos nos mobilizar pela totalidade da proposta e não por uma cláusula em específico.

Reiteramos que, tudo o que está ao alcance das Entidades Sindicais Majoritárias foi e vêm sendo feito, inclusive com a busca de apoio externo, com representantes do Governo, mas infelizmente sem sucesso até o momento. Exauridas todas as opções e caso haja a rejeição da proposta pelos trabalhadores, de pronto serão seguidos os trâmites normais e legais para a Mobilização com decretação de Greve Geral, paralisando por completo as atividades da empresa.

Não podemos abaixar a cabeça e aceitar a retirada de direitos em nosso ACT por pessoas que recebem altos salários, gozam de diversos benefícios e que estão mais preocupadas com o lucro do que com o bem estar dos trabalhadores desta conceituada e importante estatal paranaense. Como sempre, deveremos nos unir, arregaçar as mangas e mostrar nossa insatisfação. Do contrário, “A VACA VAI PRO BREJO” e depois não adianta querer reclamar e jogar a culpa nos outros.

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.