Evolução das Tarifas da Saneamento no Brasil – 2012 a 2018


Consultando os dados do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), para onze capitais disponíveis, podemos observar que no período de 2012 a 2018 as Taxas de Água e de Esgoto da Sanepar em Curitiba, foram as que apresentaram a segunda maior variação com um percentual de 111,25%, ficando atrás somente do Rio de Janeiro que apresentou um índice acumulado de 112,14%, consequentemente ficou à frente de nove capitais brasileiras, sendo que Porto Alegre foi a capital que teve a menor variação no período (52,23%). O índice de variação nacional do item taxas de água e esgoto foi de 78,53%, acima da inflação (IPCA) do período (49,87%).

(Clique na imagem para ampliar)
Deste modo, considerando que as taxas de água e esgoto da Sanepar apresentaram variação acumulada de 111,25% e comparando com a inflação acumulada no período, que foi de 49,87%, constatamos que o aumento real das taxas da Sanepar foi de expressivos 40,96%, na comparação com a variação da média nacional o aumento real de 19,13%, já em Porto Alegre, a capital que apresentou a menor variação, o aumento real foi de apenas 1,58%.

Além disso, não podemos deixar de considerar que no último dia 15/04, a Agepar (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná), declarou que em reunião de seu Conselho Diretor homologou o reajuste tarifário solicitado pela Sanepar de 12,13%, que passará a vigorar 30 dias após a publicação de resolução homologatória emitida pela Agepar.

Considerando o peso que a taxa de água e esgoto tinha no mês de março de 2019 no cálculo da inflação na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), que era de 2,2330 pontos percentuais (p.p), o reajuste de 12,13% poderá ter um impacto de 0,27 p.p sobre a inflação. No mês de março de 2019, os índices de inflação tiveram aumentos expressivos em todo Brasil, impulsionados principalmente por aumentos nos grupos de Alimentação e bebidas e Transportes, sendo que o índice de Curitiba (0,83%) foi maior que o índice nacional (0,75%), logo, em função dos aumentos das tarifas da Sanepar, não será surpreendente que a inflação em Curitiba tenha uma variação maior do que a nacional.

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.