Reforma da Previdência: Cálculo proposto deve reduzir valor da aposentadoria

Diariamente o SAEMAC vem apresentando os pontos da Reforma da Previdência que são extremamente prejudiciais aos trabalhadores. Um deles é a nova metodologia que será adotada para se chegar ao valor dos Benefícios que o INSS irá pagar aos contribuintes a título de aposentadoria, caso essa PEC seja aprovada.

Atualmente o valor é calculado levando-se em consideração a média dos 225 maiores salários de contribuições desde julho de 1994 até a data do protocolo do pedido de aposentadoria.

Com as alterações propostas pela Reforma da Previdência passa a ser levada em consideração a média de todas as contribuições do período acima mencionado, ou seja, incluindo todos os salários menores. Dessa forma haverá uma drástica e significativa diminuição no resultado final, girando em torno de 60 a 70% do que o trabalhador teria direito a receber pelo sistema atual.

Aliando-se este fato a outras regras propostas, como o aumento gradativo da idade mínima e estabelecimento de um tempo mínimo de contribuição de 20 anos, diminuição nos percentuais pagos na aposentaria por invalidez e pensões, fim das aposentadorias especiais, entre outras, deverá gerar um impacto social e econômico negativo sem precedentes em nosso país, precarizando ainda mais a qualidade de vida, aumentando a pobreza e prejudicando a imagem do país junto aos investidores, em especial os estrangeiros. Ou seja, uma enorme bola de neve com prejuízos incalculáveis ao país.

Infelizmente, se as Entidades Sindicais em geral, os trabalhadores por estas representados e a Sociedades Civil Organizada não se mobilizarem para impedir que essa maldita PEC seja aprovada, não somente nós, mas nossos filhos, netos, bisnetos entre outros, com certeza, num futuro bem próximo irão nos cobrar por termos deixado um dos piores legados para suas vidas. 

Portanto, mais do que nunca a união no entorno do debate a cerca deste tema nas mais variadas esferas é de extrema importância para alertar e esclarecer sobre os malefícios desta Reforma. E mais do que isso, mostrar aos governantes a insatisfação do povo brasileiro com mais este ataque. Juntos precisamos trabalhar muito para impedir a aprovação desta Reforma, ou num futuro muito próximo iremos nos arrepender por não termos arregaçado as mangas e lutado enquanto havia tempo. 

Fonte: UOL

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.