SAEMAC participou de Seminário sobre Práticas Antissindicais

Que a Reforma trabalhista tornou precárias as condições de trabalho não é novidade pra ninguém e um dos pontos de grande impacto da nova CLT foi o que limita a atuação das Entidades Sindicais, beneficiando a classe patronal e prejudicando e enfraquecendo os trabalhadores na luta por seus direitos.

Diante deste novo cenário foi realizado nesta quinta-feira, dia 23, no Sindicato dos Metalúrgicos, em Londrina, o Fórum Estadual de Liberdade Sindical com o Seminário “Como Combater as Atitudes Antissindicais das Empresas Depois da Reforma Trabalhista.

A programação contou com a palestra com o tema: Violência Empresarial e Antissindicalidade: Sintomas do Deficit Democrático, mesa-redonda com os aspectos teóricos e práticos deste ataque à atividade Sindical e fechando o dia esteve em discussão formas de combater essas condutas.


Participaram trabalhadores, advogados e representantes de diversas Entidades Sindicais entre elas o SAEMAC, o qual esteve representado pelo Secretário Geral, Rodrigo Picinin e pelo Diretor Financeiro, Joaquim Alves dos Santos.

O Fórum formado pelo Ministério Público do Trabalho e as Centrais Sindicais visa discutir as mudanças na Lei Trabalhista, em vigor desde novembro de 2017, bem como planejar ações para combater possíveis retrocessos.

Participar de eventos como esse além de esclarecer a cerca de temáticas importantes do meio trabalhista brasileiro, capacita nossa equipe e nos dá importantes encaminhamentos sobre como proceder com essas questões visando sempre preservar e garantir os direitos dos trabalhadores representados por este Sindicato.

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.