Odebrecht põe à venda pedaço de sua empresa de saneamento

A Odebrecht vai testar o mercado e colocou à venda um pedaço de sua empresa de saneamento, a Ambiental, uma das maiores do ramo no país e que é avaliada em cerca de R$ 6 bilhões, de acordo com informações da Folha.

Considerada por bancos uma das empresas mais promissoras da Odebrecht, a Ambiental tem R$ 1,2 bilhão em caixa e deve fechar o ano com receitas de R$ R$ 2,3 bilhões.

Segundo o jornal, a decisão acontece no momento em que outras empreiteiras envolvidas na Lava Jato, como UTC e Galvão, enfrentam dificuldades na venda de patrimônio. Na semana passada, a Ambiental ofereceu um "aperitivo". Vendeu para o fundo americano Farallon, por R$ 300 milhões, quatro de suas concessões de saneamento.

A empresa quer vender uma participação no controle, e o tamanho dessa fatia será definido com o FI-FGTS, fundo de investimento administrado pela Caixa Econômica, que tem 30% da empresa. Uma das empresas mais novas do grupo Odebrecht, a Ambiental faz o tratamento de água e esgoto de 17 milhões de pessoas no Brasil, em Angola e no México. Tem também clientes industriais como Klabin, Shell e Vale.

Após forte crescimento nos últimos anos, o conglomerado pisou no freio e tenta vender bens por causa da recessão e da Lava Jato, que mantém seu dono, Marcelo Odebrecht, preso há seis meses.

Fonte: Bocão News

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.