Aposentados que contribuem devem recorrer à Justiça

Quem se aposentou, mas continuou trabalhando e contribuindo para o INSS deve recorrer à Justiça para conseguir um benefício melhor. A orientação é da advogada e especialista em Direito Previdenciário, Marta Gueller. A presidente Dilma sancionou, nesta quinta-feira (5), as novas regras, mas vetou o artigo que tratava da chamada “desaposentação”.

Marta Gueller lembra que a questão ainda será analisada pelo Supremo, já que existem demandas nos tribunais de todo o país.

A partir de agora, o cálculo da aposentadoria será feito pela fórmula conhecida como 85/95. O tempo de contribuição e a idade para que o trabalhador receba um benefício integral devem somar 85 anos para mulheres e 95 para homens.

Colunista da Rádio Bandeirantes, Marta Gueller explica que a regra vai avançar um ponto a cada dois anos até atingir outra proporção. A nova fórmula representa uma alternativa ao fator previdenciário, mecanismo que coibia as aposentadorias precoces. A advogada Marta Gueller lembra que o tempo mínimo de contribuição não mudou: 35 anos para homens e 30 pra mulheres.

Fonte: Band.

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.