Seis greves - professores, agentes penitenciários, saúde, bombeiros e transporte – tomarão de assalto o Centro Cívico nesta terça-feira

Seis greves, no mínimo, marcarão o dia de hoje, no Paraná. Uma delas, a mais barulhenta e que vem incomodando o Palácio Iguaçu é a mobilização dos professores que tomaram a Praça NS da Salete, no coração político da capital, o Centro Cívico.

Outra paralisação, marcada para esta terça-feira e que não é menos ou mais significativa que a dos mestres, é a dos agentes penitenciários que, nos últimos anos, vem sofrendo com uma série de ocupações a comando do cartel do narcotráfico. A categoria, cansada de pedir socorro ao governo, tentará sensibilizar o executivo estadual com passeata, marcada para às 8h30min., em frente ao Palácio Iguaçu.

Também os Bombeiros e integrantes da Polícia Militar ameaçam cruzar os braços durante o Carnaval no litoral do Estado. Engrossa o pelotão de grevistas, para preocupação do governador Beto Richa, os trabalhadores da área da saúde, que farão um ato de protesto contra as péssimas condições de trabalho e baixo salário em frente à Secretaria de Estado da Saúde.

Para fechar este gordo calendário de greve, nesta terça-feira, dia 10 de fevereiro, estudantes prometem um grande barulho em todo o centro da cidade, com saída, às 18 horas, da Praça Santos Andrade, contra o aumento da tarifa do transporte coletivo de Curitiba e região metropolitana.

Portanto, esta terça-feira promete muita dor de cabeça aos deputados instalados na Assembleia Legislativa, aos vereadores da Câmara de Curitiba e ao Palácio Iguaçu. Dia 15 de março, haverá um grito de impeachment da presidente Dilma Rousseff em praticamente todos os estados.

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.