Copel deve explicações à população sobre reajuste, diz Veneri

O líder da bancada do PT na Assembleia Legislativa, deputado Tadeu Veneri (PT), disse que o reajuste de 32,4% solicitado pela Copel à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) não se explica diante do desempenho anunciado pela empresa no primeiro trimestre deste ano. A empresa divulgou um aumento de 48% no lucro líquido da empresa, passando de R$ 398 milhões no primeiro trimestre de 2013, para R$ 583 milhões no primeiro trimestre de 2014.

Veneri disse que é importante saber o quanto deste reajuste se deve à decisão dos governadores tucanos, entre eles, o do Paraná, de rejeitar proposta do governo federal de antecipação da renovação das concessões do setor elétrico e de redução do preço da energia elétrica, em 2012. O desconto chegou a 18% para os consumidores residenciais, enquanto o setor industrial teve uma redução ainda maior, chegando a 30% de redução no preço da tarifa. O Paraná só aderiu na área de transmissão e deixou a área de geração, mais lucrativa, de fora, destacou Veneri.

O resultado é que as distribuidoras ficaram com um estoque de energia para ser vendido no mercado livre, a preços altíssimos. Mas depois, tiveram que comprar a preços mais altos ainda, já que não tinham mais energia para entrega. O deputado questiona se essas compras de energia, feitas após um período de especulação, também têm peso no reajuste da tarifa.

Outro ponto questionado por Veneri é por que, com esse nível de lucratividade, a empresa foi ao mercado levantar R$ 1 bilhão em debêntures. A justificativa é que os recursos serviriam para capital de giro e investimentos na companhia. "Há uma série de contradições que precisam ser explicadas", destacou o deputado.

Veneri observou ainda que diretores da Copel haviam confirmado presença na sessão desta terça-feira na Assembleia Legislativa para explicar essas operações. Porém, as enchentes levaram ao cancelamento das sessões durante esta semana. "Mas as perguntas ficam aguardando uma resposta", afirmou.

Fonte: Boletim do Deputado Tadeu Veneri.

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.