Trabalho discute na quarta condenação da Celpe por terceirização ilegal

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público promove audiência pública na quarta-feira (2) para discutir a condenação da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) por terceirização ilegal e por impor aos seus empregados do interior do estado condições de trabalho consideradas análogas às de escravo.

Os deputados Luiz Fernando Faria (PP-MG) e Eduardo da Fonte (PP-PE), que sugeriram o debate, apontam que a condenação partiu do Tribunal Regional do Trabalho de Pernambuco e que os terceirizados compõe 75% do quadro de empregados da Celpe.

Foram convidados para o debate:
- a procuradora do Ministério Público do Trabalho de Pernambuco Vanessa Patriota da Fonseca;
- o presidente da Celpe, Luiz Antônio Ciarlini;
- o presidente do Sindicato dos Urbanitários de Pernambuco (Sindurb-PE), José Gomes Barbosa Filho; e
- a auditora-fiscal do Trabalho, representando o Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais do Trabalho (Sinait), Alcedina Maria Barroso Leal.

A audiência ocorrerá a partir das 9h30, no plenário 12.

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.