Jornada de 30 horas poderá ser opção para cerca de 6 mil servidores estaduais da saúde

O secretário estadual da Saúde de São Paulo, David Uip, se comprometeu a apresentar projeto que permita a todos os servidores da área a opção pela jornada de trabalho de 30 horas semanais, segundo o sindicato da categoria. A possibilidade seria aberta por meio de uma emenda à Lei Complementar 1.212, de 2013, que regulamenta a redução da jornada semanal de trabalho apenas para os servidores administrativos. O projeto ampliaria o alcance da lei para cerca de 6 mil trabalhadores "municipalizados" (funcionários do estado cedidos a prefeituras).

A informação é do Sindicato dos Trabalhadores Públicos da Saúde no Estado de São Paulo(SindSaúde), após reunião com o secretário Uip na tarde de ontem (17). A entidade espera a formalização dessa proposta pelo governo, além da apresentação de outros itens que estão em processo de negociação, como novos valores referentes ao prêmio de incentivo, que atualmente varia entre R$ 230 e R$ 7.300. A categoria tem assembleia programada para a próxima sexta-feira (21).

Com data-base em 1º de março, os servidores também pedem reajuste de 41,55%, referente a perdas acumuladas entre 2007 a 2014, conforme cálculos do Dieese. O reajuste acumulado pela categoria ao longo desses sete anos é apenas 7% de reajuste, segundo o SindSaúde. Eles reivindicam ainda vale-refeição de R$ 31 ao dia atualmente é de R$ 8.


Fonte: Fetraconspar

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.