Vamos calcular como ficará o PPR de 2013?

Aproveitando a reunião com a Comissão de Negociação Coletiva por ocasião da renovação do nosso ACT, também entramos no assunto PPR. A Sanepar divulgou esta semana o balanço patrimonial e, com ele, já é possível calcular qual será o valor do nosso PPR referente ao exercício de 2013. Antes disso, vamos apenas relembrar o que diz a proposta que foi aceita na semana passada pelos trabalhadores:


Ok, agora vamos aos números. O lucro da Sanepar foi de R$402.904 milhões, resultado 20% superior ao registrado no ano passado. Desse total, ela distribuiu R$95.646 milhões aos acionistas a título de dividendos obrigatórios e outros R$95.646 milhões a título de juros sobre o capital próprio, o que totalizou um montante de R$ 191.291 milhões aos acionistas.


A proposta da empresa para o PPR deste ano seria pagar 25% sobre esses dividendos obrigatórios e mais até 25% sobre os juros sobre o capital próprio pago aos acionistas, sendo que estes últimos 25% estariam condicionados ao atingimento das metas.  

Pois bem, no balanço patrimonial, a Sanepar provisionou o montante de R$23.911 milhões para o PPR de 2013, o que equivale a exatos 25% sobre R$ 95.646 de dividendos obrigatórios repassados aos acionistas. Para conquistar mais 25% sobre os juros, precisaríamos atingir 100% das metas, mas não foi o que ocorreu: atingimos 84%, o que não deixa de ser bom. No entanto, precisamos deduzir do montante de R$23.911, que seria equivalente a 25% dos juros sobre o capital próprio essa diferença de 16% do não atingimento das metas.

Com isso, o montante destinado ao nosso PPR passou de R$23.911 para R$40.170 milhões, o que dividido entre os 7.300 trabalhadores da Sanepar resulta em um valor aproximado de R$5.502 para cada sanepariano. No gráfico abaixo talvez fique mais fácil compreender todo o cálculo:



Aposto que você que disse SIM para a proposta do PPR 2013, mas que ainda estava com uma certa desconfiança quanto aos valores ficou aliviado agora, né? A gente entende também aqueles que foram contrários à proposta, já que o histórico da empresa com relação ao PPR não é dos mais positivos. Porém, agora podemos ver claramente o quanto nosso PPR avançou!

Ah, e tem mais! Durante a reunião do dia 26 de fevereiro com a Comissão de Negociação Coletiva da Sanepar, o Saemac propôs que a empresa efetuasse o pagamento do PPR em duas parcelas, sendo uma agora no mês de março, até como forma de reconhecer o excelente resultado obtido pela companhia em 2013. A Comissão garantiu que vai levar a proposta à diretoria e, quem sabe, já no próximo mês a conta dos saneparianos fique mais gordinha!

5 comentários:

Parabéns ao Saemac, por agir com bom senso e democracia, deixando com que os funcionários decidam o que quer. Enquanto outro sindicato(não convém citar o nome) prefere decidir por si só, e nem ao menos fez assembleias, apenas uma meia dúzia de pessoas que decidiram o que iria fazer, demonstrando uma clara Tirania... Por isso que estou aqui para parabenizar ao Saemac, pelo pleno exercício da democracia.........

parcelar não, por favor só se os acionistas receberem parcelados o trabalhador vai ser desse jeito ai não pode foi otima a entidade nessa conquista mais não pode parcelar.

não quero parcela melhor tudo junto

Quem quiser tudo junto é só não gastar antes do tempo..... Aprendar a guardar!!!!

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.