Lucro líquido da Sanepar cresce 20% em 2013 e atinge R$ 402,904 milhões

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) divulgou na segunda-feira (24), pelo site da Comissão de Valores Mobiliários, um crescimento de 20% no lucro líquido referente a 2013, a R$ 402,904 milhões, comparado a lucro líquido de R$ 335,756 milhões no exercício de 2012.

A receita operacional líquida cresceu 11,6% em 2013, a R$ 2,370 bilhões, em relação ao exercício anterior, quando a receita operacional líquida havia sido R$ 2,123 bilhões.

O lucro bruto cresceu 9,5% no ano passado, a R$ 1,428 bilhão, ante R$ 1,304 bilhão em 2012.

O endividamento (financiamentos e debêntures) totalizava R$ 1,465 bilhão ao fim de 2013, ante R$ 960,479 milhões ao final do ano anterior - um crescimento de 52,5% entre os dois períodos.

7 comentários:

Gostaria de saber se o Saemac sabe me dizer quanto foi ou será distribuído para os acionistas desse lucro líquido? Para que possamos calcular mais ou menos nosso ppr?

Diego, ainda não tivemos acesso ao balanço patrimonial completo para saber a destinação do lucros. Assim que recebermos o documento, faremos uma matéria explicativa aqui em nosso site.

Aproveitando aqui o Saemac poderia nos informar se vai demorar para atualizar aqui no blog como foi a reunião de vocês com a sanepar em relação ao act?

Vamos calcular o pagamento do PPR (estimativa...)
Se o lucro foi de R$ 400.000.000,00 (arredondando) o pagamento de dividendos aos acionistas de 25% conforme prevê a lei, vai ser de
R$ 100.000.000,00
Destes, ATÉ 25% vem para nós trabalhadores,
se a empresa quiser, ela pode decidir pagar 12,5% assim como ano passado... (pois o limite está bem claro no termo, onde diz que: "... do LIMITE MÁXIMO de 25% dos dividendos obrigatórios, que sempre serviu de base para o cálculo do benefício..." )
ou seja, como somos aproximadamente 7.000 funcionários:
Se for 25% teremos mais ou menos R$ 3.571,43.
Se for 12,5% teremos mais ou menos R$ 1.785,72.
Como a empresa propôs o pagamento dos juros com percentual de até 25% do que for repassado aos acionistas na forma de juros, (provavelmente esta porcentagem será bem menor)
Então, teremos mais R$ 100.000.000,00 para a divisão entre os 7000 funcionários:
Se for 25% teremos mais ou menos R$ 3.571,43.
Se for 12,5% teremos mais ou menos R$ 1.785,72.
Sendo assim, se a empresa estipular que vai pagar 12,5% dos dividendos repassados aos acionistas, e mais 12,5% dos juros, vai estar dentro do definido no acordo e cumprindo a lei, e vai totalizar aproximadamente R$ 3.571,43 para cada funcionário.
Sabemos que esse seria um PPR bom, mas garanto que ninguém parou para refletir sobre esses valores né....
Correm boatos que o percentual vai ser de 20%, agora lhes pergunto:
20% dos dividendos + 20% dos juros.
Se for isso, vai dar algo em torno de R$ 5.648,--.
Isso seria algo melhor, mas ainda abaixo dos R$ 7.000,00 esperados pela maioria, que seria a composição dos 25% dos dividendos obrigatórios + 25% a titulo de compensação de juros sobre o capital próprio.
Lembrando que tudo isso está atrelado ao atingimento de metas...

Nesse link mostra como foi calculado o do ano de 2012

http://saemac.blogspot.com.br/2013/03/como-podera-ficar-o-nosso-ppr-de-2012.html

Kleber parece que você não leu a minuta, ou não compreendeu, não será a Diretoria que decidirá o percentual a ser pago, será o resultado dos atingimento das metas, pois na minuta está tudo bem claro.......

Eu entendo esta posição, porém neste link o "lucro" inclui os dividendos (25% constante na lei) mais o acordo dos acionistas com a retirada EVENTUAL (conforme consta na proposta) de até mais 25% a título de juros sobre o capital próprio.
Na proposta o pagamento está limitado a 25%, ou seja, ganhamos a parte do juro...
Isto eu concordo que foi um ganho enorme, mas a garantia de que teremos o pagamento dos 25% dos dividendos não foi garantida conforme defendido, nem de 25% do juro EVENTUALMENTE solicitado pelos acionistas não está "fixada em 25%" se é que me compreendem, mas apenas define que o "limite será de 25%" este sobre as metas, conforme a proposta, como atingimos 84% das metas será proporcional a este, um percentual aproximado de 21% conforme já calculado pelo saemac.

Eu ficaria mais tranquilo se na proposta estivesse assim:
"Fica definido o percentual para pagamento deste benefício em 25% dos dividendos" e
"Fica estipulado o percentual de 25% dos juros eventualmente repassados aos acionistas, este, sendo pago em contrapartida o atingimento das metas já acordadas anteriormente"
Nesta minuta não há garantias do pagamento. E é disso que eu tenho medo...
Não quero ser "DO CONTRA" apenas pensando nos próximos PPRs...

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.