Sanepar é autuada por não avisar sobre corte de abastecimento

O Núcleo de Proteção ao Consumidor (Procon) de Londrina aplicou ontem uma multa de R$ 213 mil na Sanepar alegando que a companhia não comunicou de forma adequada sobre a interrupção no abastecimento de água nos bairros Alexandre Urbanas, Residencial Abussafe e Jardim da Luz, que ocorreu na última terça-feira.

Na semana passada, a Sanepar já havia sido autuada pelo Procon por realizar uma série de cortes no abastecimento na cidade para realização de obras sem a chamada "ampla divulgação", que é determinada por lei e deve ocorrer em um prazo mínimo de 72 horas.

De acordo com o coordenador do Procon de Londrina, Rodrigo Brum, o órgão recebeu muitas reclamações durante o mês de consumidores que disseram não saber dos cortes de água com antecedência. "As reclamações sobre o corte já são o próprio termômetro para medir se a informação chegou aos consumidores ou não", destacou Brum.

Em seguida, o órgão fiscalizador emitiu uma Decisão Administrativa Cautelar, determinando que a empresa cumprisse com o exigido nos próximos desligamentos da rede.

De acordo com Brum, o trabalho de fiscalização detectou informações sobre o corte do dia 22 apenas no site da Sanepar e página do Facebook, além de duas notícias em jornais da cidade, mas já no dia 21. "Não tem como exigir que toda a população entre no site da Sanepar e a imprensa não tem obrigação de dar essa notícia com 72 horas de antecedência, mas a Sanepar sim. Eles tem que encontrar uma forma de fazer a informação chegar ao consumidor", destacou.

O coordenador do Procon ainda alertou que a cada novo descumprimento da Sanepar irá aplicar o mesmo valor de multa.

Por meio da assessoria de imprensa, a Sanepar informou que não comentaria o assunto.

Fonte: Folha Web.

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.