Petroleiros chegam a acordo com Petrobras, e greve pode acabar ainda hoje

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) informou, nesta quarta-feira (23), que fez um acordo com a Petrobras para o fim da greve, depois que a estatal se comprometeu, por escrito, a não punir nenhum dos funcionários que participaram da paralisação.

A greve se estendia desde o dia 17. Com o acordo, os trabalhadores que aprovarem o indicativo da FUP podem começar a retomar as atividades ainda nesta quarta, durante a troca de turnos, ou na quinta-feira (24).

A Petrobras apresentou uma nova proposta de acordo coletivo, em reunião na terça, elevando de 8% para 8,56% o reajuste na Remuneração Mínima por Nível e Regime (RMNR), o que representa ganhos reais de 1,82% a 2,3%.

Trabalhadores votam indicativo

Pela manhã, os trabalhadores já começaram a aprovar o indicativo da FUP de aceitação da proposta apresentada pela Petrobras e suspensão da greve nacional dos petroleiros. Em Duque de Caxias, os indicativos foram aprovados por unanimidade em assembleia unificada com os trabalhadores da Reduc, Termorio e Terminal Campso Elíseos (Transpetro).

Em São Paulo, na Replan, o indicativo da Federação contava com mais de 80% de aceitação e, na Recap e terminais da Transpetro, as assembleias ocorriam paralelamente.

Na Regap e na Usina de Biodiesel de Montes Claros, em Minas Gerais, os trabalhadores também aprovaram a suspensão da greve e aceitação da proposta, assim como nas bases do Amazonas, onde ampla maioria dos trabalhadores aceitaram os indicativos da Federação.

A assessoria de imprensa da FUP informou ainda que os trabalhadores tinham aprovado a suspensão da greve no Paraná. Dados sobre as outras bases sindicais seriam atualizados ao longo do dia, conforme fossem realizadas as assembleias.

Fonte: UOL.

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.