Greve dos bancários mantém 364 agências fechadas em Curitiba e região

A greve nacional nos bancos entra no 21º dia, nesta quarta-feira (9), com 364 agências fechadas em Curitiba e região, informou o Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região nesta quarta-feira (9). O levantamento aponta que 14 centros administrativos das instituições Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Bradesco, HSBC e Santander também têm o funcionamento prejudicado na região. Nas contas do sindicato, 14,8 mil funcionários estão em greve.

Presidente do sindicato, Otávio Dias diz que a oscilação no número de agências fechadas é normal em greves que duram mais tempo. No total, fecharam 352 na segunda, e 364 na terça. “Temos um número determinado de agências na base, e é normal ter um dia com um pouco mais e outros com um pouco menos de locais fechados. Mas, de segunda para cá, a adesão foi crescente.”

O dirigente relata que uma assembleia de deliberação sobre a greve deve ser feita apenas na sexta-feira (11). Isso porque, nesta quinta (10), em São Paulo, patrões e bancários sentam à mesa para rediscutir uma proposta de reajuste salarial. Após a conversa, os sindicatos espalhados pelo país avaliam se aceitam ou não voltar ao trabalho.

Negociação

A última proposta apresentada pelos bancos, de reajuste de 7,1% e aumento de 7,5% no piso, foi rejeitada pela categoria na segunda-feira (7). Os trabalhadores reivindicam reajuste salarial de 11,93% (5% de aumento real) e maior participação sobre lucros e resultados. Também pedem, entre outras solicitações, um piso salarial de R$ 2.860,21. A próxima reunião de negociação está marcada para esta quinta-feira (10), às 10 horas, mas os sindicalistas dizem que foram avisados de uma possível troca de horário – não confirmada até o meio-dia desta quarta.


0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.