Após pedido de nulidade da greve, Metrô-DF e sindicato se reúnem no TRT

Representantes do Metrô-DF e do Sindicato dos Metroviários do Distrito Federal (Sindmetrô-DF) devem se reunir em uma audiência no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), nesta quarta-feira (23/10), para discutir a nulidade da greve dos servidores do Metrô, iniciada com uma paralisação na segunda-feira (21/10).

O Metrô-DF informou que entrou com um pedido de ilegalidade ontem, pois, segundo a empresa, não há motivos para os metroviários entrarem em greve por conta da falta de efetivo. De acordo com a Companhia, foi apresentado um documento ao sindicato com o cronograma para a realização do concurso público, com edital previsto para ser lançado em 13 de dezembro deste ano.

Contudo, a diretora de Assuntos Jurídicos do Sindicato do Sindmetrô-DF, Tânia Aguiar, informou que o documento apresentado não tem validade jurídica e que a categoria não acredita mais na empresa, pois em outras greves, o mesmo texto foi entregue aos metroviários e nada foi feito.

Segundo Tânia, todas as vezes que os metroviários entram em greve, a companhia entra com pedido de nulidade, mas nunca vence. A diretora ressalta que não há possibilidade dos servidores voltarem a trabalhar só com a garantia do documento apresentado pelo Metrô-DF. 



0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.