ACT 2018/2019: Uma luz no fim do túnel

Como não é novidade para ninguém, apesar de todo o esforço dos Sindicatos Majoritários, a negociação do ACT 2018/2019, continua emperrada.

O processo foi iniciado em dezembro de 2017 quando do protocolo da Pauta de Reivindicações Unificada, tempo mais do que suficiente para a conclusão desse processo até o mês da nossa data-base.

Porém, devido à falta de comprometimento e bom senso dos Diretores Presidente e Administrativo da SANEPAR da época, Mounir Chaowich e Luciano Valério, a situação se prolongou e somente em março desse ano tivemos a primeira reunião, na qual a Comissão de Negociação e Relação Sindical da SANEPAR apresentou uma proposta, absurda diga-se de passagem, que contemplava apenas os aumentos dos salários e benefícios em 1,81% com base no INPC.

Diante do potencial da empresa e por não ser benéfica aos trabalhadores, este valor foi considerado irrisório e os sindicatos encaminharam uma contraproposta, que alem da garantia das conquistas do ACT anterior, solicitava que algumas cláusulas constantes na Pauta de Reivindicações protocolada inicialmente fossem contempladas.

Sem acordo e com as alterações no quadro diretivo da empresa esse processo tem se prolongando além do esperado, aumentando a ansiedade dos trabalhadores.

Assim que houve a posse dos novos Diretores Presidente e Administrativo a proposta para renovação do ACT foi ratificada e diante das boas intenções firmadas ao assumirem o cargo, acreditamos que já tenha passado um período considerável e suficiente para que possamos dar continuidade às negociações do referido ACT.

Desta forma, mesmo que informalmente, na tarde desta terça-feira, 15, os Sindicatos Majoritários (SAEMAC, SINDAEN, SINDAEL E STAEMCP) foram até a sala do D.A. Sergio Ricardo Veroneze, questioná-lo sobre o andamento do ACT e apesar de não entrar em detalhes ele informou já ter uma nova proposta a qual já passou pela REDIR da empresa e em caráter de urgência seguirá para a CCEE, para que ainda nesse mês possa ser apresentada aos Sindicatos. 

Outra ponto levantado na ocasião foi implantação de um PCCR com critérios adequados aos trabalhadores da SANEPAR. O Diretor Administrativo disse que após a conclusão das negociações do ACT e PPR, será possível pautar o PCCR.

Esperamos que o posicionamento da empresa em relação ao ACT e as demais questões sejam benéficos aos trabalhadores, de forma a atender suas expectativas para que assim sejam valorizados como de fato merecem.

3 comentários:

apoiamos os caminhoneiros,mas e o nosso ACT?NOSSO STEP E O PPR?

Postar um comentário