Reforma da Previdência ou da Não Aposentadoria?

O Presidente da AJUFE (Associação dos Juízes Federais do Brasil), Roberto Veloso, afirmou, durante entrevista a um programa de televisão, que o problema do Brasil não é Previdência e sim a corrupção que se instaurou em nosso país. 

De acordo com Roberto Veloso, a Reforma da Previdência da maneira que está sendo proposta, pode ser considerada como a Reforma da Não Aposentadoria, tendo em vista que dependendo da função que exerçam, a maioria dos trabalhadores dificilmente conseguirão se aposentar. E se conseguirem, mesmo com uma idade tão avançada, não irão receber o benefício de forma integral.

O Senador do PT-RS, Paulo Paim, que presidiu a CPI da Previdência em 2017, concorda com o ponto de vista do magistrado. Segundo Paim, o principal problema da Previdência é administrativo, foi e continua sendo gerado pela má gestão. Para ele, de acordo com o apurado pela CPI, a solução do déficit da Previdência deverá ocorrer pelo combate à corrupção, à sonegação, à cobrança dos grandes devedores e à roubalheira que se instaurou nesse país.

E reafirma, categoricamente, que “a Previdência é Superavitária e essa Reforma não é necessária e se aprovada, irá impedir o brasileiro de se aposentar”, diz o Senador.

Clique aqui e confira a cartilha explicativa com os resultados da CPI da Previdência.


0 comentários:

Postar um comentário