NOVAS ASSEMBLEIAS, PARA FORTALECER O “NÃO”!!

Depois de uma quarta-feira de paralização e concentração em frente à sede da Sanepar, em Curitiba, no final da tarde uma comissão de trabalhadores grevistas reuniu-se com o Presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, buscando avanços nas negociações do Acordo Coletivo.

Não houve mudanças na proposta. A única novidade desta reunião foi que o Presidente assumiu o compromisso de criar uma comissão mista de representantes da empresa e de trabalhadores indicados pelo sindicato, para avaliar melhorias nos benefícios e na recomposição salarial, depois que for fechado o Acordo. Infelizmente, nada concreto. O Presidente segue insensível.

Considerando que foram feitas mudanças na proposta da Sanepar, ainda que insuficientes, o Saemac e os trabalhadores envolvidos na greve deliberaram por suspender temporariamente a paralização e realizar, nos próximos dias, nova rodada de assembleias.

Nas novas assembleias, vamos defender rejeitar também a proposta atual da Sanepar. Vamos outra vez defender o NÃO, reforçando a luta em todas as localidades do Paraná.

Todos sabem que temos como uma de nossas principais reivindicações um piso salarial de 2,5 salários mínimos na Sanepar.

Com esse novo NÃO que vamos defender nas assembleias, centrar como reivindicação um reajuste salarial igualitário, de R$ 620,00, reais para todos os saneparianos.

Esse valor significa a divisão da folha de pagamento da Sanepar, com o reajuste de 11,08%, em igual valor para todos, o que eleva os pisos de ingresso e recompõe o poder aquisitivo da maioria dos trabalhadores da Sanepar.

VAMOS FORTALECER O NÃO!!

0 comentários:

Postar um comentário